Laboratório de Paleontologia

USP - Ribeirão Preto
menu

EQUIPE
 

Max Cardoso Langer


Bacharel em Ecologia pela UNESP de Rio Claro (1994), mestre em Geociências pela UFRGS (1996), PhD pela University of Bristol (2001) e Livre-Docente pela Universidade de São Paulo (2011). Presidente da Sociedade Brasileira de Paleontologia entre 2013 e 2017, membro afiliado da Academia Brasileira de Ciências, membro votante da Subcommission on Triassic Stratigraphy e do Committee on Phylogenetic Nomenclature, membro do Conselho Editorial da Ameghiniana (revista da Asociación Paleontológica Argentina), Academic Editor da PLOS-ONE, Associate Editor do Journal of Paleontology e membro regular da Society of Vertebrate Paleontology. Sua linha de pesquisa se concentra no estudo (filogenia e correlações estratigráficas) de répteis mesozoicos (especialmente triássicos), incluindo dinossauros, rincossauros, pseudosúquios e quelônios, com descrição de várias novas espécies. Com ingresso em 2001, é Professor Associado do Departamento de Biologia, Universidade de São Paulo, campus de Ribeirão Preto.

Annie Schmaltz Hsiou


Possui graduação em Ciências Biológicas pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (2002), mestrado em Geociências e doutorado em Ciências, com área de concentração em Paleontologia, ambos pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2006 e 2010). É Professora Associada junto ao Departamento de Biologia da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo (USP). Atualmente faz parte da Diretoria da Sociedade Brasileira de Paleontologia, ocupando a Vice-Presidência (gestão 2017/2019), além de ter sido 1a Tesoureira nas gestões 2013/2015 e 2015/2017. Tem experiência na área de Paleontologia de Vertebrados, com ênfase em Lepidosauria: taxonomia e sistemática de esfenodontes, lagartos e serpentes fósseis do Mesozóico e Cenozóico sul-americano.

 


ALUNxS DE DOUTORADO 
 

Sílvio Yuji Onari Alves


Licenciado em Ciências Biológicas (2013) pela Universidade Federal de São Carlos e mestre em Biologia Comparada (2016) pela USP de Ribeirão Preto. Atualmente é aluno de doutorado em Biologia Comparada na USP de Ribeirão Preto (com bolsa FAPESP) e estágio BEPE na Flinders University (Austrália). Atua na área de anatomia, biogeografia e sistemática filogenética de Serpentes integrando os registros paleontológicos com dados moleculares.

Wafa Adel AlHalabi


Bacharel (2004) e mestre (2008) em Ciências Biológicas pela Universidade de Damasco (Síria). Atualmente é aluna de doutorado em Biologia Comparada na FFCLRP-USP (com bolsa CAPES). Com vasta experiência em cunsultoria ambiental em países do orinte-médio, sua linha de pesquisa se concentra em banco de dados, microrestos de vertebrados e faunas-locais aplicados no contexto da Bacia Bauru.


Curriculum Lattes
alceadamacena@gmail.com

Thiago Schineider Fachini


Licenciado em Biologia (2011) pelo Centro Universitário Barão de Mauá e mestre em Biologia Comparada (2017) pela USP de Ribeirão Preto. Atualmente é aluno de doutorado em Biologia Comparada na USP de Ribeirão Preto (com bolsa CNPq). Sua linha de pesquisa se concentra em serpentes e crocodilos do Cretáceo.

Fellipe Pereira Muniz


Bacharel em Ciências Biológicas (2015) pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU) campus Pontal e mestre em Biologia Comparada (2018) pela USP de Ribeirão Preto. Atualmente é aluno de doutorado em Biologia Comparada na USP de Ribeirão Preto (com bolsa CAPES). Sua linha de pesquisa se concentra na tafonomia e taxonomia de microvertebrados de depósitos do Mioceno da Bacia do Acre

Julian Cristian Gonçalves da Silva Junior


Licenciado em Ciências Biológicas (2014) pela Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM) e mestre em Biologia Comparada (2018) pela USP de Ribeirão Preto. Atualmente é aluno de doutorado em Biologia Comparada na USP de Ribeirão Preto (com bolsa FAPESP). Atua na área de paleontologia de vertebrados com ênfase em sistemática de Titanossauros.

Lucas Barcelos


Licenciado em Ciências Biológicas (2016) pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU) e mestre em Evolução e Diversidade (2019) pela Universidade Federal do ABC (UFABC). Atualmente é aluno de doutorado em Biologia Comparada na USP de Ribeirão Preto. Atua em sistemática e paleontologia de anuros, com ênfase em Pipoidea.

 


ALUNxS DE MESTRADO
 

Bruna Farina


Bacharela em Ciências Biológicas (2017) pela Universidade Estadual Paulista (UNESP) campus São José do Rio Preto. Atualmente é aluna de mestrado em Biologia Comparada na USP de Ribeirão Preto, com bolsa FAPESP e estágio BEPE na University of Oxford (Reino Unido). Sua linha de pesquisa se concentra em modelos evolutivos de tamanho corporal em Testudinata.

João Pedro Kirmse


Bacharel em Biologia (2018) pela Universidade de Brasília (UnB), Brasília – DF, com bolsa Ciências sem Fronteiras na Universidade de Alberta (2016), Edmonton, Canadá. Atualmente é aluno de Mestrado em Biologia Comparada na USP de Ribeirão Preto, com bolsa FAPESP e estágio BEPE na University of Bristol (Reino Unido). Sua linha de pesquisa está focada na morfologia e nas relações filogenéticas dos primeiroa dinossauros.

Francisco Pereira Alves Neto


Bacharel e licenciado em Ciências Biológicas (2016) pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Atualmente é aluno de mestrado em Biologia Comparada na USP de Ribeirão Preto (com bolsa CAPES). Sua linha de pesquisa se concentra em evolução da diversidade dos Therapsida do Permiano ao Jurássico.

Gabriel Mestriner da Silva


Bacharel em Ciências Biológicas (2018) pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU). Atualmente é aluno de mestrado em Biologia Comparada na USP de Ribeirão Preto, com bolsa FAPESP e estágio BEPE na Virginia Tech University (EUA). Sua linha de pesquisa se concentra na origem e evolução dos primeiros dinossauros.

Guilherme Hermanson


Bacharel em Ciências Biológicas (2018) pela USP de Ribeirão Preto. Atualmente é aluno de mestrado em Biologia Comparada na USP de Ribeirão Preto (com bolsa FAPESP) e estágio BEPE na University of Oxford (Reino Unido). Sua linha de pesquisa se concentra na evolução anatômica das tartarugas.

Ana Laura da Silva Paiva


Licenciada em Ciências Biológicas (2018) pela Universidade Federal de Alfenas. Atualmente é aluna de mestrado em Biologia Comparada na USP de Ribeirão Preto (com bolsa CAPES). Sua linha de pesquisa se concentra na evolução do tamanho corporal em jacarés fósseis.

Felipe Pisaneschi


Bacharel em Ciências Biológicas (2018) pela USP de Ribeirão Preto. Atualmente é aluno de mestrado em Biologia Comparada na USP de Ribeirão Preto (com bolsa CAPES). Sua linha de pesquisa se concentra na evolução de crocodiliformes do cretáceo.

Flávia Servo


Bacharel em Ciências Biológicas (2019) pela USP de Ribeirão Preto. Atualmente é aluna de mestrado em Biologia Comparada na USP de Ribeirão Preto. Sua linha de pesquisa se concentra na evolução de serpentesdo cretáceo.


Curriculum Lattes
flaviaservo@gmail.com

Lívia Roese Miron


Licenciada em Ciências Biológicas (2019) pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Atualmente é aluna de mestrado em Biologia Comparada na USP de Ribeirão Preto. Sua linha de pesquisa se concentra na ontogenia de rincocefálios fósseis.

Sílvia Oliveira Lomba


Bacharel em Ciências Biológicas (2020) pela USP de Ribeirão Preto. Atualmente é aluna de mestrado em Biologia Comparada na USP de Ribeirão Preto. Sua linha de pesquisa se concentra na evolução de serpentesdo cretáceo.

 


ALUNxS DE INICIAÇÃO
 

Juliana Fernandes


Graduanda em Biologia pela USP de Ribeirão Preto. Seu projeto de iniciação envolve peixes fósseis do Mioceno.

Vinícius Dorea de Oliveira


Graduando em Biologia pela USP de Ribeirão Preto. Seu projeto de iniciação envolve rincocefálios fósseis.

Gabriel Monteiro Tomasin


Graduando em Biologia pela USP de Ribeirão Preto. Seu projeto de iniciação envolve répteis fósseis do Triássico final do Rio Grande do Sul.

Rafael Masson Rosa


Graduando em Biologia pela USP de Ribeirão Preto. Seu projeto de iniciação envolve osteologia de crocodilos.

 


PESQUISADORxS ASSOCIADxS
 

Júlio César de Almeida Marsola


Licenciado em Biologia (2010) pelo Centro Universitário Barão de Mauá. Mestre (2013) e doutor (2018) em Biologia Comparada (2013) pela USP de Ribeirão Preto, com estágio na University of Birmingham (Reino Unido). Sua linha de pesquisa se concentra na anatomia e sistemática de dinossauros basais. Atualmente faz pós-doutorado na UNESP de Ilha Solteira.

 


EGRESSxS
 

Gabriel de Souza Ferreira

Bacharel em Biologia (2011), mestre (2015) e doutor (2019) em Biologia Comparada pela USP de Ribeirão Preto, com estágios no Museo Paleontológico Egidio Feruglio, Trelew (Argentina), e na Universität Tübingen (Alemanha), onde também obteve o seu PhD. Sua linha de pesquisa se concentra na morfologia e evolução das tartarugas. Atualmente é pesquisador da Universität Tübingen. Trabalhou no PaleoLab durante a graduação, mestrado, doutorado e pós-doutorado.

Gustavo Darlim

Bacharel em Ciências Biológicas (2017) pela Universidade Santa Cecília (Unisanta). Mestre (2020) em Biologia Comparada pela USP de Ribeirão Preto, com bolsa FAPESP. Atualmente é aluno de doutorado na Universität Tübingen (Alemanha). Sua linha de pesquisa se concentra em sistemática e anatomia de Crocodyliformes do Cretáceo e Cenozoico. Trabalhou no PaleoLab durante o mestrado.

Giovanne Mendes Cidade

Bacharel em Ciências Biológicas (2012) pela Universidade Federal Uberlândia (UFU). Mestre (2015) e doutor (2019) em Biologia Comparada pela USP de Ribeirão Preto, com bolsa CNPq e estágio na University of Iowa (EUA)Sua linha de pesquisa se concentra em sistemática e anatomia de crocodilianos do "Terciário" da América do Sul. Trabalhou no PaleoLab durante o mestrado e doutorado. Atualmente é professor substituto na UFSCar.

Elisabete C. Gimenes Dassie


Licenciada em Biologia (2009) pelo Centro Universitário Barão de Mauá e mestre em Biologia Comparada (2014) pela USP de Ribeirão Preto. Sua linha de pesquisa se concentra no uso de Bancos de Dados em Paleontologia. Trabalhou no PaleoLab durante o mestrado. 

Paulo Ricardo Mendonça Lopes


Bacharel em Ciências Biológicas (2012) pelo Centro Universitário Claretiano e mestre em Biologia Comparada (2016) pela USP de Ribeirão Preto. Sua linha de pesquisa se concentra no estudo osteológico de mamíferos do Cenozoico da América do Sul, com ênfase na família Mustelidae. Trabalhou no PaleoLab durante o mestrado. 

Marcos César Bissaro Júnior


Bacharel em Biologia (2002) pela UNESP-Botucatu e mestre em Ecologia (2008) pela USP-São Paulo. Doutor em Biologia Comparada (2018) pela FFCLRP-USP, com estágio na University of Arkansas (EUA). Sua linha de pesquisa se concentra em questões ligadas à tafonomia de macrovertebrados de depósitos miocênicos da Bacia do Acre. Trabalhou no PaleoLab durante o doutorado. 

Fernando S. Adorni


Licenciado em Biologia (2013) pela Universidade Estadual Paulista (UNESP) campus Jaboticabal e mestre em Biologia Comparada (2019) pela USP de Ribeirão Preto. Sua linha de pesquisa se concentra em osteologia da lagartos do gênero Tropidurus. Trabalhou no PaleoLab durante o mestrado. 

Thiago Silva Loboda


Bacharel em Ciências Biológicas (2006) pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP-USP), mestre (2010) e doutor (2014) em Zoologia pelo Instituto de Biociências (IB-USP), São Paulo. Sua linha de pesquisa aborda anatomia, evolução e sistemática de arraias dulcícolas neotropicais. Trabalhou no PaleoLab durante o pós-doutorado. Atualmente é professor substituto na UFAC.

Mario Bronzati Filho


Bacharel em Biologia (2009) e mestre em Biologia Comparada (2012) pela USP de Ribeirão Preto. Ph.D. (2017) pela Ludwig-Maximilians-Universität, Munique (Alemanha). Sua linha de pesquisa se concentra em estudos macroevolutivos e de neuroanatomia de crocodilianos e dinossauros. Trabalhou no PaleoLab durante a graduação, mestrado e pós-doutorado. Atualmente é pós-doc na FFCLRP-USP.

Blair Wayne McPhee


Bacharel em Antropologia Biológica (2010) pela University of Auckland (Nova Zelândia) e Mestre (2012) e Doutor (2016) em Paleontologia pela University of the Witwatersrand (África do Sul). Sua linha de pesquisa se concentra na irradiação dos dinossauros sauropodomorfos na passagem Triássico-Jurássico. Trabalhou no PaleoLab durante o pós-doutorado. 

Bianca Maria Gaspar


Bacharel em Ciências Biológicas (2009) pela USP de São Paulo e mestre em Biologia Comparada (2018) pela USP de Ribeirão Preto. Atua na área de paleontologia de mamíferos pleistocênicos com ênfase em sistemática de felinos. Trabalhou no PaleoLab durante o mestrado. 

Gabriel José Teixeira


Bacharel em Ciências Biológicas (2013) pela USP de Ribeirão Preto, atualmente é aluno de mestrado em Biologia Comparada na USP de Ribeirão Preto (com bolsa CAPES). Trabalhou no PaleoLab durante a gradaução e mestrado. 

Mariela Cordeiro de Castro


Bacharel em Biologia (2005) e mestre em Biologia Comparada (2009) pela USP de Ribeirão Preto. Doutora em Paleontologia (2014) pela Universidad Nacional de la Plata (Argentina). Trabalhou no PaleoLab durante a graduação, mestrado e pós-doutorado. Atualmente é professora de Zoologia de Vertebrados na UFGO campus Catalão.

Bruno Cavalcanti Vila Nova


Bacharel em Biologia (2007) e mestre em Geociências (2010) pela Universidade Federal de Pernambuco. Doutor em Biologia Comparada (2014) pela USP de Ribeirão Preto. Trabalhou no PaleoLab durante a o doutorado e pós-doutorado.

Fábio Augusto Carbonaro


Licenciado em Ciências Biológicas (2009) pela UNESP de Bauru e mestre em Geologia Regional (2013) pela UNESP de Rio Claro. Doutor (2017) em Biologia Comparada pela USP de Ribeirão Preto. Trabalhou no laboratório durante o doutorado.

Jeanninny Carla Comniskey


Licenciada em Ciências Biológicas (2007) e mestre em Gestão do Território (2011) pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG). Doutora (2016) em Biologia Comparada pela USP de Ribeirão Preto. Trabalhou no laboratório durante o doutorado. Atualmente é pós-doutoranda na UEPG.

Estevan Eltink


Bacharel em Biologia (2006) pela Universidade Estadual de Londrina e mestre (2009) e doutor (2014) em Biologia Comparada pela USP de Ribeirão Preto, com estágio no Staatliches Museum für Naturkunde, Stuttgart (Alemanha). Trabalhou no laboratório durante o mestrado e doutorado. Atualmente é docente da Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF), em Senhor do Bonfim-BA.

Simone D'Orazi Porchetti


Formado em Ciências Naturais (2003) e PhD em Ciências da Terra (2007) pela Univeristà degli Studi di RomaLa Sapienza, Roma (Itália). Sua linha de pesquisa se concentra em pistas fósseis de vertebrados do Mesozoico, com ênfase nos métodos de análises de traços-fósseis, icnotaxonomia, aplicações bioestratigráficas de pegadas fósseis e icnofáceis de vertebrados. Trabalhou no laboratório durante o pós-doutorado.

Andrea Thays Paganella Marcondes


Bacharel em Ciências Biológicas (2011) pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) e mestre em Biologia Comparada (2015) pela USP de Ribeirão Preto. Trabalhou no laboratório durante o mestrado.

Pedro Lorena Godoy


Bacharel em Ciências Biológicas (2011) e mestre em Biologia Comparada (2014) pela USP de Ribeirão Preto, com estágio no American Museum of Natural History, Nova Iorque (EUA), e PhD pela University of Birmingham. Trabalhou no laboratório durante a graduação e o mestrado. Atualmente desenvolve seu pós-doutorado na Stony Brook University (EUA).

Maíra Clasen Massarani


Bacharel em Biologia (2008) e mestre em Biologia Comparada (2011) pela USP de Ribeirão Preto. Trabalhou no laboratório durante a graduação e o mestrado.

Felipe Chinaglia Montefeltro


Bacharel em Biologia (2005) e mestre (2008) e doutor (2013) em Biologia Comparada pela USP de Ribeirão Preto, com estágio na McGill University, Montreal (Canadá). Trabalhou no laboratório durante a graduação, mestrado e doutorado. Atualmente é docente da Universidade Estadual Paulista (UNESP) campus de Ilha Solteira-SP.

Marco Aurélio Gallo de França


Bacharel em Biologia (2004), mestre (2007) e doutor (2011) em Biologia Comparada pela USP de Ribeirão Preto. Trabalhou no laboratório durante a graduação, mestrado, doutorado e e pós-doutorado. Atualmente é docente da Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF), Petrolina-PE.

Jonathas de Souza Bittencourt


Bacharel em Biologia (2001) e doutor em Biologia Comparada (2010) pela USP de Ribeirão Preto, com estágio na Universidad de Buenos Aires (Argentina), e mestre em Zoologia pela UFRJ (2004). Trabalhou no laboratório durante o doutorado e pós-doutorado. Atualmente é docente do Instituto de Geociências da UFMG.

Gabriela Sobral


Bacharel em Biologia pela UFRJ (2007), mestre em Biologia Comparada (2009) pela USP de Ribeirão Preto e PhD pela Humboldt-Universität, Berlim, Alemanha. Trabalhou no laboratório durante o mestrado. Atualmente é Professora Substituta na Universidade Federal de Santa Catarina

Carolina Rettondini Laurini


Bacharel em Biologia (2007) e mestre em Biologia Comparada (2010) pela USP de Ribeirão Preto. Doutora em Zoologia pelo Instituto de Biociências da USP, São Paulo. Trabalhou no laboratório durante a graduação e mestrado.

Mariana Galera Soler


Bacharel em Biologia (2007) pela USP de Ribeirão Preto e mestre em Museologia pela Universidade de São Paulo. Trabalhou no laboratório durante a graduação. Atualmente trabalha no Museu Biológico do Instituto Butantan.

Samuel Silveira Lecci


Bacharel em Biologia (2004) pela Universidade de Franca. Trabalhou no laboratório durante a graduação.

Katherine Foehringer


Bacharel em Biologia (2004) pela USP de Ribeirão Preto. Trabalhou no laboratório durante a graduação.